quarta-feira, 14 de abril de 2010

A Revolta dos Dândis II

Engenheiros do Hawaii
Composição: Humberto Gessinger


Já não vejo diferença entre os dedos e os anéis
Já não vejo diferença entre a crença e os fiéis
Tudo é igual quando se pensa
Em como tudo deveria ser
Há tão pouca diferença e há tanta coisa a fazer

Esquerda & direita, direitos & deveres,
Os 3 patetas, os 3 poderes
Ascensão & queda, são dois lados da mesma moeda
Tudo é igual quando se pensa
Em como tudo poderia ser
Há tão pouca diferença e há tanta coisa a fazer

Nossos sonhos são os mesmos há muito tempo
Mas não há mais muito tempo pra sonhar

Pensei que houvesse um muro
Entre o lado claro e o lado escuro
Pensei que houvesse diferença
Entre gritos e sussurros
Mas foi um engano, foi tudo em vão
Já não há mais diferença entre a raiva e a razão

Esquerda & direita, direitos & deveres,
Os 3 porquinhos, os 3 poderes
Ascensão & queda, são dois lados da mesma moeda
Tudo é igual quando se pensa
Em como tudo deveria ser
Há tantos sonhos a sonhar, há tantas vidas a viver

Nossos sonhos são os mesmos há muito tempo
Mas não há mais muito tempo pra sonhar

Nota: Engenheiros do Hawaii é uma banda brasileira de rock and roll, formada em 1985 na cidade de Porto Alegre, que alcançou grande popularidade com suas canções irônicas e críticas. O vocalista Humberto Gessinger é o único integrante original a permanecer no grupo até hoje. A música Negro Amor é uma versão de Caetano Veloso e Péricles Cavalcante para It's All Over Now Baby Blue, de Dylan. Está no disco !Tchau Radar, lançado em 1999. Segundo Humberto, "Tchau Radar é um grito de libertação, tchau controles, tchau opressão, tchau big brother, oi vida, oi risco."

6 comentários:

  1. Desculpe minha orônia, mas nunca tinha ouvido falar nesse tal de engenheiros >.<

    Beijos. Passa la =)

    ResponderExcluir
  2. Engenheiros e bacana, por mais que é o tipo de banda que escuto mais num tenho vontade de ir em shows e talz...

    ResponderExcluir
  3. ótima letra, adorei o contraste e o jogo de palavras :) Só podia ser do Engenheiros xD

    ResponderExcluir
  4. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através Um Lugar ao Sol Perto do Vento, da Ju Fuzetto. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Eu sei que é um abuso da minha parte te mandar essa propaganda control c control v, mas quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


    Abraços

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir